01

BOLSA DE INVESTIGAÇÃO DE PÓS-DOUTORAMENTO

Encontra-se aberta uma Bolsa de Investigação de Pós-Doutoramento no MORE – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação – Associação, na Área de Ambiente de Montanha e Gestão de Ecossistemas, doravante designada por bolsa, nos termos do Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e do Estatuto do Bolseiro de Investigação.

A bolsa é financiada ao abrigo do Projeto “SOILING: Soluções inovadoras de base natural para restauro de serviços dos ecossistemas em áreas degradadas pelo grande incêndio de Picões, Portugal”, com o apoio da Egrant-EEA e Norwegian Financial Mechanisms 2014-2020, Programa “Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono”, mediante a alocação de fundos internacionais, nas seguintes condições.

Referência da Bolsa: “MORE/SOILING/1”

Área científica: Agricultura e Meio Ambiente

Requisitos de admissibilidade do(a) candidato(a):

Os candidatos devem possuir o grau de doutor na Área Agronómica, com preferência em Ciências do Solo, e atender simultaneamente aos seguintes requisitos:

– o grau académico tenha sido obtido nos três anos anteriores à data de apresentação da candidatura a esta bolsa (*);

– todo o período neste tipo de bolsa, com a celebração do contrato relativo a esta candidatura, e incluindo eventuais renovações, não pode exceder 31 de março de 2024;

– experiência na formulação, aplicação e monitorização de Soluções Baseadas na Natureza (SbN), nomeadamente compostagem e aplicação de fertilizantes à base de Biochar em solos pobres ou degradados. As tarefas de monitoramento de campo em parcelas experimentais incluirão a avaliação das taxas de erosão, carbono e perda de nutrientes.

*Serão excluídos os candidatos que não cumprirem, simultaneamente, todos os requisitos acima. Nesta bolsa não serão valorizados graus académicos e/ou diplomas que não se enquadrem no perfil exigido.

Plano de Trabalho:

Ao longo de todas as etapas de desenvolvimento de formulação, aplicação e monitorização de Soluções Baseadas na Natureza (SbN) em solos degradados, o candidato selecionado irá:

1. Liderar a formulação de um fertilizante à base de Biochar a partir de resíduos agroindustriais (como bagaço de azeitona), propondo a gestão mais adequada orientada para a reutilização e recuperação de energia e matérias-primas (forno de pirólise);

2. Acompanhamento de ensaios de campo onde será testada a eficácia do NbS (composto e biochar) em solos degradados. Considerando a dinâmica esperada do efeito dos tratamentos e sua distribuição espacial, a coleta de amostras de solo será trimestral e incluirá análises de matéria orgânica e nutrientes, seguindo protocolos da FAO;

3. Elaborar um relatório técnico descrevendo as diferentes etapas laboratoriais e de campo para obtenção e aplicação do Biochar, como produtividade, recuperação de nutrientes, eficácia de campo e fatores de risco a serem minimizados. Uma possível proposta de proteção industrial será incluída.

Legislação e regulamentação aplicável: Estatuto de Bolseiro de Investigação; Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação Portuguesa para a Ciência e Tecnologia, I.P. – em vigor.

Entidade Acolhedora e Supervisão Científica: As atividades serão realizadas no MORE – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação – Associação, sob a supervisão científica da Doutora Zulimar Hernández (área de Ciências do Solo).

Duração da Bolsa: A bolsa será por um período de 18 meses e a data prevista de início é setembro de 2022.

Valor Mensal da Bolsa: O valor da bolsa é de 1 686,00€, de acordo com os valores definidos no Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e Tecnologia, Regulamento n.o 950/2019 (https://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores), para bolsas em Portugal. Reembolso do Seguro Social Voluntário, correspondente ao 1o Nível da base contributiva (para bolsas com 6 meses ou mais) e Seguro de Acidentes Pessoais.

Processo de avaliação e seleção: A avaliação das candidaturas baseia-se no Mérito do Candidato, tendo em consideração o CV e os seguintes documentos que o candidato deverá apresentar: Carta de Motivação e duas Cartas de Recomendação. Para a avaliação do Mérito do Candidato serão aplicados os seguintes critérios, classificados de 1 a 5:

· Critério A – Curriculum Vitae, ponderado 75%

Subcritério A1 – Artigos publicados na área de interesse (solo, biochar) em revistas de revisão por pares, com peso de 60%
Subcritério A2 – Apresentações em conferência na área interessada (solo, biocarvão), ponderada 10%
Subcritério A3 – Participação em projetos de pesquisa na área de interesse (solo, biocarvão), ponderado 20%
Subcritério A4 – Outros elementos relevantes para a avaliação do Curriculum Vitae, como prémios de reconhecimento científico, atividades de divulgação científica com impacto na comunidade, orientação de alunos, ponderada 10%

· Critério B – Carta de Motivação e Cartas de Recomendação, ponderadas 25%

Caso o júri opte por realizar a entrevista de seleção, esta será realizada aos 03 (três) candidatos com melhor classificação na avaliação curricular. Caso seja realizada a entrevista de seleção, a avaliação final será obtida considerando as seguintes ponderações: 75% para a avaliação curricular, 25% para a entrevista de seleção, testes de conhecimentos, cartas de recomendação, outros.


Número de Vagas: 1

Composição do Júri de Seleção:

Presidente: Zulimar Hernández, Coordenadora Técnico-Científica da Área de Ambiente de Montanha e Gestão de Ecossistemas
Vogal: José Barbosa, Coordenador Técnico-Científico da Área de Tecnologias Inteligentes
Vogal: Nuno Carvalho, Diretor de Operações

Publicação/notificação dos resultados: Todos os candidatos serão notificados por e-mail com a ata da reunião de seleção anexada.


Prazos e submissão de candidatura:

Prazo da candidatura: Este aviso está aberto de 01/08/2022 a 15/08/2022.

Candidatura: As candidaturas devem ser formalizadas através do endereço eletrónico recrutamento@morecolab.pt, anexando os seguintes documentos:
a. Curriculum vitae;
b. Certificado de Habilitações Académicas (Obrigatório o reconhecimento em Portugal dos graus académicos e diplomas de ensino superior, atribuídos por instituições de ensino superior estrangeiras);
c. Carta de Motivação;
d. Cartas de Recomendação (duas);
d. outros documentos considerados relevantes.

Os candidatos DEVEM formalizar a sua candidatura através do endereço eletrónico recrutamento, com indicação no assunto da seguinte referência “MORE/SOILING/1”. Não serão aceites candidaturas enviadas de outra forma.

Prazos para o procedimento de recurso:

Em caso de decisão negativa, os candidatos têm 10 dias úteis, a contar da data de divulgação dos resultados da avaliação do candidato, para se manifestarem de acordo com o Código do Procedimento Administrativo. Os recursos contra a decisão final podem ser apresentados ao Conselho de Administração do MORE MORE no prazo de 15 dias úteis após a data da notificação.





Cofinanciado por: