Avançar para o conteúdo
01

Identificação e Enquadramento:

Designação do projeto: Pulping-Desenvolvimento de Formulação de Polpa de Abóbora usando uma Estratégia Integrada Sustentável

Código do projeto: PRIMA/0008/2019

Objetivo Principal:Estimular e melhorar a valorização sustentável da abóbora nos países africanos e europeus de uma forma integrada e sem desperdícios

Região de intervenção: Mediterrâneo

Entidade(s) beneficiária(s):

Instituto Politécnico de Bragança, IPB (Líder do Projeto)

MORE – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação, Associação

Instituto Politécnico de Bragança

Decorgel – Produtos Alimentares S.A.

University of Thessaly

Greek Fresh Vegetables IKE

Centre de Biotechnologie de Borj Cédria

Leibniz Institute for Agricultural Engineering and Bioeconomy

Centre de Recherche Scientifique & Technique en Analyses Physico-Chimiques

Benha University

Data de aprovação: 18-12-2019

Data de início:01-09-2020

Data de conclusão: 31-08-2023

Investimento total elegível: 1 206 438,04 €

Concurso: SECTION 2: Call-2019 – Partnership for Research and Innovation in the Mediterranean Area

Pais de coordenação : Portugal

Países participantes: Argélia, Alemanha, Egito, Grécia, Portugal, Tunisia

 

02

Objetivos

O1: melhorar o cultivo e as técnicas agrícolas integradas baseadas em processos inovadores para aumentar a produtividade e o perfil químico/nutricional da abóbora;

O2: desenvolver métodos inovadores, sustentáveis e industrialmente viáveis para extrair ingredientes de alto valor acrescentado com capacidade de preservação eficaz;

O3: identificar e isolar preservantes naturais com excelente capacidade antioxidante e antimicrobiana a partir dos subprodutos da abóbora;

O4: implementar técnicas sustentáveis e fáceis de executar para obter preservantes de base biológica, adequados para serem utilizados em processos de scale-up industrial;

O5: desenvolver uma nova formulação de polpa de fruta de abóbora funcionalizada com os preservantes naturais isolados;

O6: desenvolver/otimizar métodos de processamento não-térmicos baseados em tecnologias inovadoras, que garantam a qualidade e segurança alimentar;

O7: implementar uma abordagem otimizada para melhorar o tempo de prateleira da formulação da polpa da abóbora;

O8: otimizar a gestão de resíduos / águas residuais e realizar uma avaliação do ciclo de vida para assegurar a viabilidade ambiental das operações envolvidas nesta proposta;

O9: promover a disseminação e exploração dos resultados gerados nesta proposta para ter impacto tanto na comunidade científica como na economia dos países participantes.

 

03

Atividades

WP1 – Definição de condições agronómicas para a produção de abóbora.

WP2 – Recuperação sustentável de compostos com capacidade de preservação dos subprodutos da abóbora.

WP3 – Refinamento e estabilização dos compostos preservantes identificados.

WP4 – Formulação de polpa de fruta de abóbora.

WP5 – Estudos de preservação e avaliação de qualidade durante o período de conservação.

WP6 – Gestão de resíduos e águas residuais e avaliação do ciclo de vida.

WP7 – Gestão e disseminação de resultados.

O MORE CoLAB lidera a Atividade 6, relativa à Avaliação do Ciclo de Vida e participa nas restantes atividades do projeto, nomeadamente ao nível da valorização dos subprodutos da abóbora (Atividade 2), extração de compostos com capacidade preservante (Atividade 3), assim como estudos de qualidade e de avaliação do tempo de prateleira (Atividade 5).

04

Resultados esperados

– Melhorar a produção e a taxa de produtividade da abóbora;

– Preservantes naturais novos e sustentáveis a partir dos subprodutos da abóbora;

– Produção de nova formulação de polpa de abóbora;

– Capacidade preservante e estabilidade a longo prazo.


Cofinanciado por:

Avenida Cidade de Léon, 506
5301-358 Bragança

+351 300 081 998
+351 300 081 999

geral@morecolab.pt

Cofinanciado por: