Avançar para o conteúdo
01

Identificação e Enquadramento:

Designação do projeto: VALMEDALM – Valorização de amendoais Mediterrânicos através do uso de estratégias integradas de intercropping

Código do projeto: PRIMA/0013/2021

Objetivo principal:A proposta visa potenciar a produção local de amêndoa do Mediterrâneo através da implementação de práticas de intercropping como uma estratégia integrada alinhada com aspetos económicos e sociais, bem como com princípios sustentáveis para uma adaptação às alterações climáticas

Região de intervenção: Mediterrâneo

Entidade(s) beneficiária(s):

MORE – Laboratório Colaborativo Montanhas de Investigação, Associação (Líder de Projeto)

Instituto Politécnico de Bragança

Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos

University of Split

Università degli Studi di Palermo

Agricultural Research Organization – Volcani Institute (ARO)

National Research Centre (NRC)

University Sultan Moulay Slimane

National Institute of Agronomic Research

Data de aprovação: 10/12/2021

Data de início: 01/06/2022

Data de conclusão: 31/05/2025

Investimento total elegível: 1 373 757,50 €

02

Objetivos

1.Promover práticas de intercropping em amendoais do Mediterrâneo;

2.Avaliar o impacto das práticas de intercropping na gestão de pragas e ervas daninhas em amendoais da zona mediterrânica;

3.Valorizar as propriedades nutricionais de amêndoas e das culturas utilizadas na prática de intercropping;

4.Avaliação dos impactos económicos, sociais e ambientais das práticas examinadas;

5.Aumentar as competências dos agentes agro-alimentares e a partilha de práticas de intercropping para uma agricultura sustentável entre os países mediterrânicos;

03

Atividades

 

O projeto compreende a execução das seguintes atividades:

  • A1 – Potencial de práticas de intercropping em amendoais do Mediterrâneo.
  • A2 – Papel do intercropping no controlo de pragas e de ervas daninhas como instrumento para a promoção da sustentabilidade em amendoais.
  • A3 – Análise das propriedades nutricionais e funcionais de amêndoas e culturas associadas produzidas nos campos demonstradores do VALMEDALM.
  • A4 -Avaliação dos impactos económicos, sociais e ambientais das práticas e tecnologias testadas.
  • A5 – Tranferência de conhecimento e treino: práticas e tecnologias; valorização da qualidade alimentar.
  • A6 -Plano de disseminação, comunicação e exploração.
  • A7 -Coordenação de consórcio e gestão de projeto.
04

Resultados esperados

  1. Melhorar os sistemas sustentáveis de produção de alimentos.

  2. Aumentar o rendimento dos agricultores, incluindo também outras possíveis fontes de rendimento ligadas à agricultura e assegurar a transparência e uma estrutura de preços justa ao longo da cadeia de valor.

  3. Promover o acesso ao trabalho dos jovens trabalhadores e das mulheres.
  4. Permitir o acesso aos mercados, ou seja, assegurar o acesso dos produtores locais aos canais de distribuição e mercados, fornecendo à população em geral produtos saudáveis e sustentáveis.

  5. Melhorar os sistemas sustentáveis de produção alimentar com utilização eficiente dos recursos naturais e com processos ecológicos com baixas emissões de GEE.

  6. Reduzir as perdas alimentares ao longo das cadeias de produção e de abastecimento, incluindo as perdas pós-colheita e a potencial valorização dos resíduos resultantes.


Cofinanciado por:

Avenida Cidade de Léon, 506
5301-358 Bragança

+351 300 081 998
+351 300 081 999

geral@morecolab.pt

Cofinanciado por: