SABIA QUE...

Os estados de alerta para os agentes da proteção civil são diferentes dos níveis de aviso para a população?

Imagem: Facebook Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil

A adoção dos comportamentos de risco mais adequados pela população é da maior importância, não só no sentido da autoproteção, mas também no sentido de minimizar impactos causados por determinados comportamentos ou atividades.

Atualmente os avisos e/ou alertas são frequentes. Ainda assim, e apesar da sua frequência é bastante comum a população não saber a diferença entre os dois.

Os Avisos

Aviso à população:

Um Aviso à População é uma comunicação feita por um órgão operacional do sistema de proteção civil que tem como destinatária a população afetada, ou suscetível de ser afetada, por uma emergência.

Os Avisos da Autoridade Nacional Proteção Civil contém informação relacionada com a emergência em causa, nomeadamente a descrição da situação, efeitos expetáveis e medidas de proteção e prevenção preventivas destinadas a acautelar ou fazer face ao acontecimento em causa. Podem ser emitidos para uma parte ou para todo o território nacional.

Aviso meteorológico:

É emitido pelo IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera com o objetivo de informar as Autoridades de Proteção Civil e a população em geral para a ocorrência de situações meteorológicas de risco, que nas próximas 24 horas possam causar danos ou prejuízos a diferentes níveis, dependendo da sua intensidade.

Os Avisos Meteorológicos abrangem as situações de vento forte, precipitação forte, queda de neve, trovoada, frio, calor, nevoeiro persistente e agitação marítima. São emitidos à escala distrital para dife-rentes parâmetros meteorológicos, segundo uma tabela de cores que reflete o grau de intensidade do fenómeno:

O sistema de avisos é caracterizado ou simbolizado por 4 cores distintas: verde, amarelo, laranja, vermelho.

As cores apresentadas devem ser interpretadas da seguinte forma:

Os Avisos são emitidos em relação às seguintes situações: vento forte, precipitação forte, queda de neve, trovoada, frio, calor, nevoeiro persistente e agitação marítima.

Tendo em conta as diferentes características dos fenómenos meteorológicos, incidência e efeitos causados, foram estabelecidos Critérios de Emissão para cada situação.

Perante a emissão de Avisos Meteorológicos deverão ser consultadas as recomendações e medidas de auto-proteção difundidas pela Autoridade Nacional Proteção Civil (ANPC) e no caso de situação de Frio ou Calor da Direção Geral de Saúde (DGS).

Fonte: https://www.ipma.pt/pt/enciclopedia/otempo/sam/index.html

Estados de Alerta

Os estados de alertas destinam-se a colocar de prevenção os Agentes De Proteção Civil e entidades com especial dever de cooperação.

Compreende a necessidade de adotar medidas preventivas e/ou medidas especiais, consoante a dimensão das ocorrências, e/ou a iminência das mesmas, de acidente grave, catástrofe ou desastre natural.

 

Avenida Cidade de Léon, 506
5301-358 Bragança

+351 300 081 998
+351 300 081 999

geral@morecolab.pt

Cofinanciado por: