Avançar para o conteúdo

Uma solução de gamificação para promover a poupança de água e energia no setor do Turismo

Durante uma maratona de desenvolvimento de ideias, uma equipa do MORE CoLAB propôs-se desenvolver uma resposta para a questão: “Como podemos reduzir as emissões de carbono relacionadas com o turismo e melhorar a eficiência do consumo de recursos (como a água e a energia)?”.

Uma iniciativa da Universidade NOVA de Lisboa em parceira com o Centro de Inovação do Turismo (NEST) e a Planetiers ( https://planetiers.com/), a Hackathon Mind The Tourism – mind your footprint, mind your health, reuniu vários agentes da indústria do turismo, e teve a participação de mais de 180 pessoas desde especialistas do setor, PME’s, startups, académicos, empresas e profissionais, conforme noticiou a UNL. Durante cerca de uma semana, as equipas participantes debateram, e desenvolveram propostas que pretendiam, sob o chapéu da inovação sustentável, identificar e trabalhar soluções para os mais significativos problemas, mas também as maiores tendências e oportunidades para o turismo que se enquadram nestes quatro desafios: Sustentabilidade, Segurança, Saúde e Bem-Estar.

Fizeram ainda parte do programa do Hackathon iniciativas de preparação para a maratona final: workshops sobre várias ferramentas de apoio e desenvolvimento de projetos na área do turismo, dinamizados por organizações como a Microsoft, a Nova IMS, a Planetiers e a Nova SBE, e sessões de contato e orientação com empresas do setor como a Vila Galé ou a Fidelidade. Antes da Hackathon decorreram ainda uma série de doze conversas e mesas redondas sobre: o Pacto Ecológico Europeu, as Alterações Climáticas, a Pegada do Carbono e Soluções, Big Data para o Carbono e Soluções, Soluções Circulares e Disruptivas, Turismo Future-Fit, Mobilidade Sustentável nas Cidades, Restauração Saudável e Ecológica, Alojamento Seguro, Saudável e Sustentável e Eventos de Futuro.

Neste evento de desenvolvimento “rápido” de ideias práticas e implementáveis, que visava promover sobretudo o desenvolvimento de soluções tecnológicas para responder a oportunidades de inovação no setor do turismo participou uma equipa do CoLAB More, formada por membros de duas equipas de trabalho: Património, Turismo e Bem-Estar e Tecnologias Inteligentes, com o desenvolvimento do protótipo de uma aplicação móvel, para promover a redução do consumo de água e de energia em empreendimentos turísticos.

Durante o período de ideação, a equipa recolheu estatísticas, estudos e métricas de referência para o cálculo dos consumos de água e luz nos alojamentos turísticos, concebeu uma abordagem de marketing a implementar, e definiu os utilizadores alvo da sua aplicação que batizou, para a participação neste evento, de “Green Journey Challenge”, procurando aliar nesta solução a resposta aos desafios de utilização eficiente de recursos naturais, a redução da pegada ecológica do turista e a promoção de um turismo sustentável.

Considerando como estratégia o envolvimento dos turistas, em particular dos hóspedes em hotéis e alojamentos locais, concebeu-se uma ferramenta que, por um lado, serve os alojamentos turísticos, na medida em que permite a monotorização detalhada, por quarto, dos consumos de água e de energia, e por outro, envolve ativamente os hóspedes na prática de consumos eficientes e sustentáveis, sendo apresentada em forma de aplicação acessível em tablet ou smartphone a cada hóspede e permitindo-lhes jogar com os seus próprios consumos, durante a sua estadia e ganhar prémios com as suas conquistas.

Na sequência desta participação, o Green Journey Challenge, mereceu a atribuição de uma menção honrosa, e é desde então um projeto interno do MORE CoLAB que tem estado em desenvolvimento. Do ponto de vista técnico o seu desenvolvimento baseia-se na criação e instalação de módulos de sensorização para monitorizar o consumo hídrico e elétrico de forma independente para cada quarto do alojamento, compostos por sensores indiretos que utilizam o protocolo LoRaWan para o envio da informação para uma base de dados. Os desafios do Green Journey são depois apresentados aos hóspedes através de uma WebApp que acede à base de dados via REST request, onde trata a informação e apresenta ao utilizador, de forma lúdica, os consumos atuais da sua estadia.

O utilizador pode então estabelecer um objetivo de poupança dos recursos que irá consumir durante a sua estadia, competir com outros e ainda aceitar desafios propostos pelo alojamento. No final, a poupança pode, por exemplo, reverter-se em prémios variados para o utilizador que lhe são disponibilizados através de um catálogo de pontos e que o alojamento turístico poderá personalizar. Contrariamente, às atuais ações de sensibilização para os consumos sustentáveis, esta solução procura de forma interativa, simples e divertida, o envolvimento ativo de todos numa estratégia que reduza o impacto negativo do turismo.

Por: Joana Carvalho, Patrícia Cordeiro, Higor Rosse

2 comentários em “Uma solução de gamificação para promover a poupança de água e energia no setor do Turismo”

  1. Cristina Costa

    Para minimizar os efeitos negativos do turismo, sobretudo no turismo de massas (over tourism) é de facto necessário envolver o próprio turista na solução, cada um tem de contribuir de forma consciente. O grande desafio está na viragem da atitude de cada um.

  2. Muito interessante o projeto.
    Qual a possibilidade de alargar a plataforma numa perspetiva de turismo desportivo/natureza, com consumos nas deslocações do local de estada para os espaços de visitação turísticos?
    Isto porque está aberta uma call ao programa erasmus +, ligado ao desporto e educação ambiental, e seria interessante aproveitar a vossa plataforma, para algo mais abrangente.
    Continuação de boas ideias e de bom trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.